'Mas, vindo a plenitude dos tempos, Deus enviou seu filho, nascido de mulher, nascido sob a lei, para remir os que estavam debaixo da lei, a fim de recebermos a adoção de filhos. E, porque sois filhos, Deus enviou aos nossos corações o Espírito de seu Filho, que clama Aba, Pai. Assim já não és mais servos, mas filho; e, se és filho é também herdeiro de Cristo.' ~ Gálatas 4. 4-7

Particularmente amo esta parte das Escrituras. Não somos mais escravas, mas agora somos filhas! Se sou filha, sou Herdeira! você consegue acreditar nesta verdade de Deus a teu respeito? Que você é herdeira de Deus?

Neste terceiro post da Série, Deus é meu Pai! Quero trazer ao seu coração, algumas verdades de Deus ao nosso respeito.

1. Não somos mais escravos!

'Assim, você já não é mais escravo, mas filho;
e, por ser filho, Deus também o tornou herdeiro' NVI

A nossa posição, antes de sermos filhas, era de escravos. Escravo é alguém que não tem liberdade, esvaziado de todo o direito e dignidade. Essa era a nossa situação

'Jesus respondeu: "Digo-lhes a verdade: Todo aquele que vive pecando é escravo do pecado' ~Jo 8.3.

Mas Hoje você não é mais escravo, o pecado não tem mais poder sobre você!

'Pois aquele que, sendo escravo, foi chamado pelo Senhor, é liberto e pertence ao Senhor... ' ~ I Cor 7.22

Jesus mudou o seu status, a sua posição! ' Assim, já não sois mais escravos, mas filho..' Jesus nos devolveu a dignidade que havíamos perdido e nos deu direitos, e o maior de todos os direitos é de sermos filhas de Deus. A nossa adoção como filha de Deus, foi por direito, não conquistado por nós, mas por Cristo Jesus

'Mas, vindo a plenitude dos tempos, Deus enviou seu filho, nascido de mulher, nascido sob a lei; para remir os que estavam debaixo da lei, a fim de recebermos a adoção de filhos.'

2. Status de Filha

' Eu não sou uma garota qualquer, eu sou filha de Deus. Chamada por Ele, escolhida por Ele para um propósito eterno'

Como filha você tem direitos e privilégios. Infelizmente alguns filhos e filhas de Deus não desfrutam da sua posição enquanto filhos de Deus. Preferem viver um relacionamento impessoal com o seu 'Senhor', ao invés de viver um relacionamento de filhos e pai. Já fui assim, trabalhava e servia a Deus como serva (escravo) e não como filha. Tinha uma concepção um tanto distorcida da minha posição. A minha preocupação só era em servir, ao invés de desfrutar de um íntimo relacionamento pessoal com o meu Pai celeste.

O Pai Celeste, espera que tenhamos um relacionamento pessoal, de Pai para filha com Ele. Deseja nos abraçar, ouvir o que temos para falar, e nos acolher quando nos sentimos sozinhas e com medo. Lembro-me da mulher do fluxo de sangue (Marcos 5). Ela estava tão debilitada, tão esmagada emocionalmente, quem sabe abandonada pelos pais, já que a Lei moisaica a fazia imunda por causa do seu estado físico. Mas foi a esta mulher, que Jesus chamou carinhosamente de filha! 'Filha a tua fé te salvou, vai em paz e sê curada deste teu mal' ~ Marcos 5.34. Você pode ouvir o Pai te chamar carinhosamente de filha? Pare por um momento, ouça o Pai sussurrar em teu coração, que você é filha amada. Deixe o Pai tocar o seu coração, consolar a sua alma. Às vezes o sofrimento é tão grande, e a dor nos deixa tão insensíveis, que recusamos ser consoladas. Mas minha querida, o Pai quer te consolar, te abraçar e envolver com a Sua graça.

'E, porque sois filhos, Deus enviou aos nossos corações o Espírito de seu Filho, que clama Aba, Pai'. Que revelação gloriosa! Agora que somos filhas de Deus, recebemos o Espírito de seu Filho. Podemos ter a mesma intimidade que o Filho de Deus tem com o Pai, podemos agora dizer, Aba Pai! Como disse Marshall Segal em 'Viva como filhos e filhas do Rei'

'O Espírito nos dá a confiança e a liberdade de clamar a Deus. Ele nos assegura que Deus realmente nos ama . O grito que ele inspira é um grito para um pai: "Abba! Pai! ". O Espírito dentro de nós implora como uma criança, e não como um escravo. Como crianças, nossa intimidade com o Pai significa que seu amor é profundo, persistente e não decisivamente baseado em nosso desempenho. Somos profundamente conhecidos e profundamente amados. Nós somos dele.'

3. Somos Herdeiras

'Se somos filhos, então somos herdeiros; herdeiros de Deus e co-herdeiros com Cristo, se de fato participamos dos seus sofrimentos, para que também participemos da sua glória.' ~ Rm 8.17

Se sou filha, logo sou Herdeira! Você consegue acreditar nesta verdade de Deus a teu respeito? Que você é herdeira de Deus? Se somos herdeiras do reino de Deus, então somos uma Alteza! Membros da família Real!

Quando escrevi o Livro Mulheres Amadas e Aceitas por Deus, umas das mensagens que mais me impactou, foi o capitulo 'Sou da Realeza'. Lembro- me o quanto fui curada e restaurada, quando eu ouvi Deus me dizendo que eu era uma princesa. Compartilhar esta experiencia no livro me fez reviver um dos momentos mais difícil da minha vida, e de uma das experiências mais lindas que tive com o Senhor. Estávamos falidos, e na tentativa de reconstruir a vida mudamos para uma cidade do interior. Chegando lá, fomos mais provados ainda, a ponto de acabar quase tudo o que levamos, inclusive roupas e calçados das crianças, que estavam em crescimento. Não podíamos compra nada, nem mesmo um par de sandálias. Sentia-me tão humilhada pela minha situação, tão sem valor, que não conseguia me ver como Deus me vê. Foi naquela época que Deus me chamou de princesa pela primeira vez. Quando Deus me disse, tu andarás como uma princesa, porque tu és princesa, confesso que me senti mais uma gata borralheira do que uma princesa. No meio meio de toda aquela escassez, falta de dinheiro, e comum único calçado eu não conseguia me ver como uma princesa. Mas mesmo não me sentindo como uma princesa, eu acreditei no que Deus estava dizendo ao meu respeito! Minha querida, você precisa acreditar no que Deus diz sobre você. No que a Palavra de Deus diz a seu respeito.

'Se somos filhos, então somos herdeiros; herdeiros de Deus e co-herdeiros com Cristo, se de fato participamos dos seus sofrimentos, para que também participemos da sua glória.' ~ Rm 8.17

Que verdade maravilhosa ao nosso respeito! Somos filhas, logo somos herdeiras! Herdeira de uma herança verdadeira e duradoura. Nada nesta vida se compara a herança que herdaremos do nosso Pai Celestial. Por isso minha querida, ainda que você não se veja e não se sinta como herdeira diante das privações, dos sofrimentos, ainda que você não mora em uma casa luxuosa ou ande em uma BMW, se conforte na promessa de que se somos participantes do sofrimento de Cristo, também seremos participantes da sua glória, da glória que ele preparou antes mesmo da fundação do mundo.

No amor de Cristo,

Adriana de Paula


Este é o segundo texto da série, Deus é meu Pai! E como o dia dos pais é no próximo domingo, antes de falar sobre o nosso Pai Celestial, eu quero falar um pouco sobre o meu pai. Como filha mais velha e mimada, sempre fui muito apegada ao meu pai, e depois que a mamãe faleceu, eu e meus irmãos nos apegamos a ele, mais ainda. O meu pai é um homem de muitas qualidades, mas as três coisas que eu mais amo e aprecio em meu pai, é : A maneira como ele 'aceita' e 'encara' as coisas que acontece na vida. Lembro-me de quando ele precisou passar pela dolorosa experiência de amputar alguns dedos do pé, por complicações da diabetes, quando as pessoas iam visitá-lo saiam de lá mais crentes e esperançosos por vê a fé o contentamento que ele tem Deus, mesmo em um momento de dor e percas. Ele sempre foi assim, não importa o que suas experiências lhe tragam (por exemplo, perda, alegria, dor), ele não reclama e nem se queixa. Em vez disso, ele sorri e pergunta sobre o seu dia. O jeito como ele ama e se dedica à família. E, por fim, o jeito como Ele ama a Deus! O jeito como meu pai ama a Deus me faz desejar amar a Deus cada dia mais! Papai não é perfeito, mas ele sempre foi um pai que me dá um bom vislumbre do meu Pai Celestial.

Como disse na primeira parte desta série, os nossos pais terrenos são apenas semelhanças remotas do Pai Celestial. A verdadeira essência da paternidade é encontrada em Deus e não nos seres humanos. Quando eu era criança, o meu pai era para mim o meu super-herói e pai perfeito. Mas logo que me tornei adolescente percebi que ele era tão imperfeito quanto eu. Só existe um pai perfeito, e esse pai é Deus!

Algumas qualidades dos nossos pais terrenos refletem alguns aspectos da natureza divina. O meu pai, por exemplo, sempre foi um pai amoroso, presente e cuidadoso, e estas qualidades em meu pai terreno, refletem as qualidades, ou atributos do nosso Pai Celestial.

Deus é um PAI Amoroso

Em toda a Escritura, Deus se revela como um Pai amoroso. O amor de Deus transcende o amor humano de um pai. Ainda que você nunca se sentiu amada pelo seu pai, e ficou marcado em sua memória todas às vezes que foi preterida e humilhada, saiba que o Pai Celeste sempre te amou. Ele te amou, antes mesmo de você nascer, Ele te amou desde a eternidade 'Porquanto com amor eterno te amei, por isso com a benignidade te atraí' (Jeremias 31.3) e o amor bondoso do Pai te atraiu para os braços dele. Minha querida, não duvide do amor do Pai a teu respeito. Ele sempre te amou e sempre foi um bom Pai para você. Às vezes somos corrigida pelo Pai Celestial, pois amor envolve zelo, cuidado e correção 'Estais esquecidos da palavra de animação que vos é dirigida como a filhos: Filho meu, não desprezes a correção do Senhor. Não desanimes, quando repreendido por ele; pois o Senhor corrige a quem ama e castiga todo aquele que reconhece por seu filho' Hebreus 12. 5,6. A correção de Deus é prova do seu amor e cuidado por nós. É prova que ele se importa, e que deseja o nosso bem.

Deus é um PAI Presente

Quem sabe o seu pai não foi um pai presente. Não esteve com você nos momentos mais importante de sua vida, ou quando você mais precisou ele não estava lá. Mas o seu Pai Celestial não é assim. Ele é um Pai presente. Ele sempre estará ao seu lado, não importa a situação. Ele sempre estará por perto de você quando você cair. Ele estará sempre por perto para te levantar, para segurar nas suas mãos. Ele está e sempre estará ao seu lado para te ajudar ' Não escondas de mim a tua face, e não rejeite ao teu servo com ira, tu foste a minha ajuda, não me deixes e nem me desampares, ó Deus da minha salvação. Porque, quando meu pai e minha mãe me desampararem. O Senhor me recolherá' (Salmos 27. 9,10). Que promessa maravilhosa! Ainda que você foi desamparada e abandonada pelo seu pai terreno, o Pai Celestial sempre te acolherá. Ele é o Pai Perfeito!

Deus é um Pai Cuidadoso

Em toda a Escritura, Deus revela o seu cuidado pelo seus filhos. Ele se preocupa com o nosso bem estar. A maior prova do seu amor cuidadoso, é a criação de todas as coisas antes de criar o homem e a mulher. Como escrevi no livro Mulheres Amadas e Aceitas por Deus 'O próprio ato de criar o mundo, é uma manifestação do seu grande amor. Todas as vezes que leio em Gênesis, como Deus criou o mundo, estabelecendo o firmamento entre os céus e a terra, criando os grandes luminares, os mares, as montanhas, os animais, as árvores, penso como Deus cuidou de todas a coisas, de cada detalhe, para então criar o homem... Deus criou todo um cenário antes de nos criar!'

'O Senhor cuida da vida dos íntegros, e a herança deles permanecerá para sempre. Em tempos de adversidade não ficarão decepcionados; em dias de fome desfrutarão fartura' (Salmos 37.18,19 )

Que promessa maravilhosa! O Senhor cuida de suas filhas em todo tempo! Ele não te decepcionará minha querida! Ainda que você foi decepcionada pelo seu pai terreno, ou pelo marido, amigos ou qualquer outra pessoa , o Pai Celestial não te decepciona. Ele está sempre pronto para cuidar e suprir todas as suas necessidades. Por isso minha querida, descanse nos braços do Pai. Deixa Ele cuidar de você.

No amor de Cristo,
Adriana de Paula
_________________________

Adriana de Paula é natural de Cuiabá - MT, mas recentemente mudou-se para São Paulo. É formada em Teologia, é membro da Igreja Assembleia de Deus. Esposa e mãe de dois filhos maravilhosos. Ama ler e escrever, e a sua paixão pela escrita levou-a a escrever o livro Mulheres que Edificam e Mulheres Amadas e Aceitas por Deus. Ama trabalhar com o ministério feminino, e a sua maior paixão é ver Deus levantar e restaurar mulheres.

Agradeço a Deus todos os dias pela vida do meu pai, um homem amoroso, piedoso, temente a Deus, e sempre presente na vida dos filhos. Desde que mudei para São Paulo, tenho sentido muita falta do meu paizinho, e isto tem me feito pensar muito na paternidade de Deus, e estreitado ainda mais o meu relacionamento como filha de Deus. Não que tenha algum problema de relacionamento como filha de Deus, como dizem por aí __ 'sou muito bem resolvida' nesta questão.  Infelizmente muitas mulheres não podem dizer a mesma coisa, algumas delas ainda não passaram pelo processo de adoção através do filho de Deus 'E nos predestinou para filhos de adoção por Jesus Cristo, para si mesmo, segundo o beneplácito de sua vontade' ~ Efésios 1.5, e não nasceram de novo 'Contudo, aos que o receberam, aos que creram em seu nome, deu-lhes o direito de serem feitos filhos de Deus, a saber, aos que creem no seu nome. Os quais não nasceram por descendência natural, nem pela vontade da carne, nem pela vontade de algum homem, mas nasceram de Deus. ~João 1.12,13. Outras já se entregaram a Cristo, mas têm uma visão destorcida ou  não entendem quase nada sobre a  paternidade de Deus. 

Como escreveu J.I. Packer em  O conhecimento de Deus, '... Se quiser julgar até que ponto uma pessoa entendeu o que é cristianismo, descubra que valor ela dá ao fato de ser filha de Deus e de ter a Deus por Pai. Se este pensamento não dominar e controlar suas orações, adoração e toda a sua atitude perante a vida, isso demonstra não ter entendido bem o cristianismo. Pois tudo o que Cristo ensinou — o que torna o Novo Testamento novo e melhor que o Antigo, tudo o que é distintamente cristão, em oposição ao judaísmo — está englobado no conhecimento da paternidade de Deus. "Pai" é o nome cristão para "Deus"...' 

Deus se revelando  a cada uma de nós como Pai é o ponto mais alto das Escrituras!

O Antigo Testamento mostra Deus como pai de uma nação ( Deuteronômio 32.6; Isaías 63.16;). No Novo Testamento Deus se revela como Pai de todo àquele que crê em seu filho 'Todos vocês são filhos de Deus mediante a fé em Cristo Jesus.' ~ Gálatas 3.26.

Jesus, o filho de Deus nos trouxe a revelação mais extraordinária de toda a Escritura: Deus é Pai! 

'Disse Jesus: Não me detenhas, porque ainda não subi para o meu Pai, mas vai para os meus irmãos, e dize-lhes que eu subo para meu Pai e vosso Pai, meu Deus e vosso Deus.' João 20.17

Jesus em seu ministério terreno usou o termo 'Pai' mais do que qualquer outro nome para Deus. Jesus ao chamar Deus de Pai, não estava apenas nos ajudando a entender Deus,  ao comparar Deus com a paternidade humana. Quando Ele disse: 'dize-lhes que subo para meu Pai e vosso Pai' não era uma analogia e nem tão pouco uma metáfora, é literal, Deus é Pai! Como disse Gene Veith 'Jesus não estava associando a Deus certas semelhanças remotas dos pais, ao invés disso, são os pais terrenos que têm certas semelhanças remotas de Deus. A essência da paternidade é encontrada em Deus e não nos seres humanos!'

Como é maravilhoso saber disso! Que Deus é um Pai perfeito. Que os nossos pais terrenos por mais que tentem ou se esforcem são apenas semelhanças remotas do nosso Pai Celestial.

Você reconhece Deus como Pai? Você o conhece como um pai amoroso e bondoso? Infelizmente muitas mulheres não conseguem  reconhecer a Deus como um pai amoroso e bondoso, pois a tendência humana é projetar em Deus, nosso Pai Celestial, a noção que temos do  nosso pai terreno. São mulheres que foram marcadas por um pai que não lhes demostrava amor, afeto e carinho, mulheres que não tiveram experiência positivas em relação ao seu pai. Algumas delas foram abusadas, algumas tiveram um pai violento, outras tiveram um relacionamento distante, foram rejeitadas, desprezadas, decepcionadas depois que perceberam que os seu pais não eram super-homens.

Minha querida, não importa qual foi ou qual  seja a sua experiência com o seu pai terreno. Saiba que o seu Pai Celestial é o Pai perfeito! É o pai que toda menina um dia sonhou. Ele não te decepciona, Ele se importa com você,  e a trata com dignidade, a ama incondicionalmente e perdoa as suas falhas, te aceita apesar das suas imperfeições e a chama de filha amada!

 *trecho do livro Mulheres Amadas e Aceitas por Deus

Clique Aqui e conheça mais sobre o livro Mulheres Amadas e Aceitas por Deus

Ainda que as suas experiências foram dolorosas e traumáticas com o seu pai, a boa notícia é que sua compreensão de paternidade, não se limita ao seu pai terreno, porque ele não é o que define um pai. Deus é! Por isso minha querida se achegue ao seu Aba Pai, com um coração aberto e desarmado, e diga para para Ele: Obrigada Deus por ser sua filha, e pelo Pai que tu ÉS! E diga para você mesma: Deus é meu Pai! Diga quantas vezes forem necessárias, repita milhares de vezes se for preciso. Sinta esta verdade correndo em seu ser, que você é filha de Deus, e que Ele é seu Pai!
_________________________


Adriana de Paula é natural de Cuiabá - MT, mas recentemente mudou-se para São Paulo. É formada em Teologia, é membro da Igreja Assembleia de Deus. Esposa e mãe de dois filhos maravilhosos. Ama ler e escrever, e a sua paixão pela escrita levou-a a escrever o livro Mulheres que  Edificam e Mulheres Amadas e Aceitas por Deus.  Ama trabalhar com o ministério feminino, e a sua maior paixão é ver Deus levantar e restaurar mulheres.


O mês de Agosto está chegando e com ele o dia dos pais.  Nos últimos dias tenho pensado muito em Deus como Pai. Um Pai que cuida, Um Pai que zela e um Pai que se importa, e a  Bíblia nos assegura desta verdade! O próprio Deus disse: ' Serei vosso Pai, e vós sereis para mim filhos e filhas, diz o Senhor Todo-Poderoso' ~ 2 Co 6.18.

Que verdade maravilhosa! Somos filhas do Senhor Todo-Poderoso!

Não é maravilhoso saber que Deus é nosso Pai, e que somos suas filhas!? E como filhas queremos conhecer mais sobre o nosso Pai Celeste! Por isso no mês de Agosto estaremos lá no blog estudando sobre o nosso Aba Pai, com a série: Deus é meu Pai.

Será uma série inesquecível! Onde iremos aprender e desfrutar da presença maravilhosa do no Pai.

Convide as amigas, compartilhe com outras mulheres, para que elas também sejam ninadas pelo Pai Celestial, através da Sua Palavra!

A primeira mensagens da Série: Deus é meu Pai, será postada no dia 04/08 (sexta feira próxima). Marque esta data em sua agenda e em seu coração! Vamos juntas conhecer um pouco mais do nosso Pai. Beijos e Até lá!

No amor de Cristo, 
Adriana de Paula.

__________________________


Adriana de Paula é natural de Cuiabá - MT, mas recentemente mudou-se para São Paulo. É formada em Teologia, é membro da Igreja Assembleia de Deus. Esposa e mãe de dois filhos maravilhosos. Ama ler e escrever, e a sua paixão pela escrita levou-a a escrever o livro Mulheres que  Edificam e Mulheres Amadas e Aceitas por Deus.  Ama trabalhar com o ministério feminino, e a sua maior paixão é ver Deus levantar e restaurar mulheres.



Semana passada tive o  privilégio de ministrar no culto das mulheres na Assembléia de Deus Lapa, Igreja aonde eu e a minha família estamos congregando.  Estamos amando a Igreja e o carinho com que os irmãos tem nos recebido. Falei sobre Acsa, uma mulher determinada, ousada e que conhecia o pai que tinha! Foi em meio à conquista da terra prometida, que o  nome de Acsa surgiu pela primeira e única vez nas escrituras,  mas foi o suficiente para nos trazer lições preciosas, de uma jovem mulher que não se contentou em viver abaixo das promessas que Deus havia feito para o seu povo.

Deus havia prometido ao povo de Israel uma terra próspera, uma terra produtiva, uma terra de leite e mel.   Mas ao receber de Calebe, seu pai, um pedaço de terra que não se parecia com nada com o que Deus havia prometido, Acsa, ousadamente subiu em seu jumento e foi ter de encontro com o seu Pai. Acsa conhecia o Pai que tinha. Acsa sabia que seu pai tinha muito mais para dar e oferecer. Você conhece o Pai que tem? Você conhece as promessas que ele tem a seu respeito? Promessa de viver e comer o melhor da terra? Porque então se acomoda em viver uma vida aquém do que Deus  tem para você? Como Acsa, minha querida, não se conforme mais com o deserto, não se conforme mais com a estiagem espiritual, em viver uma vida infrutífera e árida! Se levante e vá ao encontro do Pai! Chegue diante dele com ousadia, como diz  a carta aos Hebreus ' Cheguemos, pois, com ousadia, no trono da graça...'  E como Acsa diga para o seu Pai Celeste: Dá-me uma benção! Deste-me terra seca, dai-me fontes de águas!

Calebe, pai de Acsa, era um homem comum, cheio de fraquezas e limitações, mas bondosamente atendeu ao pedido de uma filha que graciosamente lhe pediu mais! Agora imagine nós, que somos filhas do Deus Todo Poderoso, não receberíamos deles todas as coisas?

'Se vós, pois, sendo maus, sabeis dar boas coisas aos vossos filhos, quanto mais vosso Pai, que está nos céus, dará bem aos que lhe pedirem? ~ Matheus 7.11

No amor de Cristo,
Adriana de Paula.

__________________________


Adriana de Paula é natural de Cuiabá - MT, mas recentemente mudou-se para São Paulo. É formada em Teologia, é membro da Igreja Assembleia de Deus. Esposa e mãe de dois filhos maravilhosos. Ama ler e escrever, e a sua paixão pela escrita levou-a a escrever o livro Mulheres que  Edificam e Mulheres Amadas e Aceitas por Deus.  Ama trabalhar com o ministério feminino, e a sua maior paixão é ver Deus levantar e restaurar mulheres.





 Toda a luta na sua vida
     Todo o quebrantamento no vosso corpo
      Tem um Propósito!
O Propósito é colocar você de Joelho!
By Adriana de Paula

__________________________


Adriana de Paula é natural de Cuiabá - MT, mas recentemente mudou-se para São Paulo. É formada em Teologia, é membro da Igreja Assembleia de Deus. Esposa e mãe de dois filhos maravilhosos. Ama ler e escrever, e a sua paixão pela escrita levou-a a escrever o livro Mulheres que  Edificam e Mulheres Amadas e Aceitas por Deus.  Ama trabalhar com o ministério feminino, e a sua maior paixão é ver Deus levantar e restaurar mulheres.


Uma amiga  ao ler a publicação da semana passada, 'Casa com jeito de lar' deixou um comentário no meu facebook  que me fez desejar falar ou melhor escrever, mais um pouco sobre Casa e Lar. Desde que publiquei o livro Mulheres que Edificam, temas relacionados a família, filhos, marido, casa, organização tem sido a minha paixão.

Então, hoje vamos cavar um pouco mais profundo sobre o conceito Casa e Lar. 'Toda a mulher sábia edifica a sua casa, mas a tola a derriba com as suas mãos' ~ Provérbios 14.1. A palavra hebraica traduzida como 'casa' é  "bayitn", que é usada para se referir à casa física ou habitação, tanto quanto para se referir a uma família, ou família. (Fonte: blueletterbible.org) 

EDIFICAR uma família feliz e abençoada, vai além da estrutura física de uma casa. Não importa o tamanho  e tipo de casa que você mora, se é uma mansão ou uma casa pequena e humilde, se é um triplex ou um minusculo apê, o que importa de verdade é ambiente que você está construindo. Conheço famílias que moram em casas grandes e luxuosas, mas que não conseguem fazer da casa um lar. Por outro lado conheço famílias que moram de forma tão modesta, em casas tão humildes  e pequenas, mas que fazem de tudo para transformar o ambiente em um doce lar.

Sei que parece ser mais difícil  fazer de uma casa pequena, sem muito espaço, com pouca mobília e sem alguns eletrodomésticos que são tão uteis e desejo de consumo pela maioria da mulheres, um lar feliz. Tenho passado por isso desde que mudei para São Paulo, e deixei boa parte dos meus móveis para trás, mas nada que uma boa dose de criatividade, paciência para esperar as coisas se ajeitarem e um espírito de contentamento não fazem.

Na maioria das vezes somos tão assediadas pelo consumismo e por uma vida de status que esquecemos que as melhores coisas da vida não se compram, elas são de graça!  A felicidade não custa tão caro como alguns pensam. Momentos prazerosos em família pode ser bem mais barato do que se imagina! Lembro-me de quando os meus filhos eram pequenos e amávamos curtir os dias frio do inverno, que é muito raro na minha cidade natal. Não precisava de muito para fazer os meninos felizes, apenas alguns cobertores, algumas latas de brigadeiro, muita pipoca e um bom filminho, e a diversão estava pronta! 

A maior mentira que já ouvimos é de que precisamos de uma casa grande, luxuosa e bem equipada para ser feliz. Não quero ser hipócrita, é claro que morar bem nos faz bem, mas não é tudo, porque uma casa não pode ser edificada com cortinas, almofadas e móveis estilosos, mas com sabedoria, inteligência e conhecimento. Em Provérbios 24.3 diz: 'Com sabedoria se edifica a casa, e com a inteligência ela se firma; e pelo conhecimento se encherão as câmeras de todas as substancias preciosas e deleitáveis'.  Feliz é mulher que entende estes princípios! Que busca de Deus sabedoria e inteligência   para criar e proporcionar momentos preciosos e agradáveis junto a família. Que mesmo morando ou não na casa dos sonhos, entende que foi chamada para edificar relacionamentos e não apenas paredes.

No Amor de Cristo,
Adriana de Paula.


__________________________

Adriana de Paula é natural de Cuiabá - MT, mas recentemente mudou-se para São Paulo. É formada em Teologia, é membro da Igreja Assembleia de Deus. Esposa e mãe de dois filhos maravilhosos. Ama ler e escrever, e a sua paixão pela escrita levou-a a escrever o livro Mulheres que  Edificam e Mulheres Amadas e Aceitas por Deus.  Ama trabalhar com o ministério feminino, e a sua maior paixão é ver Deus levantar e restaurar mulheres.


Gostaria de ter feito um diário com fotos e detalhes sobre a minha mudança para São Paulo, mas bem nos dias da mudança peguei um resfriado muito forte, que me deixou um tanto desanimada. Mas a nossa adaptação a cidade grande e gelada (não sou muito boa com temperaturas baixas, acostumada ao calor de 40º graus, qualquer ventinho me faz usar um suéter, rsrsr) tem sido boa e agradável.

Demorou alguns dias para chegar a mudança, mas já no apartamento alugado, para se livrar das diárias de hotel, fomos nos virando com a panela elétrica que trouxemos no bagageiro do carro,  e com alguns colchões de ar. Foi até divertido. Me senti em um acampamento de férias em meio aos arranha-céus de São Paulo.

Quando a mudança chegou, eu já estava mais recuperada do resfriado, e com a ajuda do  meu filho Matheus e do maridão, começamos a colocar as coisas no lugar. Ainda não está tudo arrumado por falta de espaço, ainda que desfiz de muita coisa, por mudar de uma casa espaçosa para um apartamento menor, ainda acabei trazendo além do que deveria!

A casa, ou melhor o apartamento já está tomando jeito de lar. Com um toque daqui, outro de lá, aos poucos vou deixando a casa com a minha 'cara'. Nós mulheres temos este poder! Temos o poder de transformar a casa em lar. Lar é diferente de casa. Casa é o nosso endereço postal, lar é o ambiente que vamos construindo dia após dia. É o jeito como arrumamos e fazemos da nossa casa um lugar agradável para se viver. É o jeito como esticamos o lençol, como arrumamos os pratos na mesa, como preparamos o almoço, como tratamos o marido, como beijamos e abraçamos os filhos. 

Ainda falta algumas coisas pra ajeitar, alguns quadros para pendurar na parede, arrumar um armário para guardar  os livros que ainda estão encaixotados, e que me fazem tanta falta  tê-los por perto e na vista (rsrrs) e  um lurgazinho para escrever. Por agora não vou ter o luxo de ter o escritório como na casa antiga, vou ter que arrumar um lurgazinho para colocar uma mesa ou uma escrivaninha estreita e pequena. Mas enquanto isso não acontece, vou usando a mesa de jantar, e compartilhando com você algumas experiências dessa nova etapa  da minha vida,  e mensagens de Deus para o seu coração.
Por isso, minha querida, não deixe de passar por aqui, para vê como as coisas vão andando e como eu vou me ajeitando. Ficarei muito feliz com o seu comentário e incentivo, e boas vindas!
No amor de Cristo, 
Adriana de Paula








__________________________


Adriana de Paula é natural de Cuiabá - MT, mas recentemente mudou-se para São Paulo. É formada em Teologia, é membro da Igreja Assembleia de Deus. Esposa e mãe de dois filhos maravilhosos. Ama ler e escrever, e a sua paixão pela escrita levou-a a escrever o livro Mulheres que  Edificam e Mulheres Amadas e Aceitas por Deus.  Ama trabalhar com o ministério feminino, e a sua maior paixão é ver Deus levantar e restaurar mulheres.











Quando Deus me disse algum tempo atrás 'Adriana me obedeça, deixa o teu povo e a casa de teu pai', não imaginaria que seria tão difícil! Deixar meus familiares que tanto amo, irmãos e amigos que Deus colocou no meu caminho, e sair para uma terra estranha, longe de tudo e de todos, tem partido o meu coração. Mas ao mesmo tempo ele é invadido de alegria por estar fazendo a vontade do Pai! 
Viver a vontade de Deus, e o novo que Ele mesmo planejou para nós, exige algumas renuncias. Eu sei que você também já fez várias renuncias, e perdeu a conta de quantas vezes precisou abrir mão de algo, para conquistar as promessas de Deus. É assim que funciona. Deus testa o nosso coração, analisa a nossa alma e pesa em balança o quanto estamos dispostos a deixar, para viver o que Ele mesmo planejou para nós. Portanto, da próxima vez que Deus pedir para você subir o monte de Moriá, suba fazendo as entregas necessárias. Suba levando os seus sonhos. Suba levando o seu Isaque. Suba dizendo para Deus que você está disposto a obedecê-lo, ainda que para isso você precise deixar alguma coisa para trás!
Adriana de Paula.
#vivendoonovodeDeus
#vivendoaspromessasdoEterno
#viverumdiaporvez!



__________________________


Adriana de Paula é natural de Cuiabá - MT, mas recentemente mudou-se para São Paulo. É formada em Teologia, é membro da Igreja Assembleia de Deus. Esposa e mãe de dois filhos maravilhosos. Ama ler e escrever, e a sua paixão pela escrita levou-a a escrever o livro Mulheres que  Edificam e Mulheres Amadas e Aceitas por Deus.  Ama trabalhar com o ministério feminino, e a sua maior paixão é ver Deus levantar e restaurar mulheres.

Tecnologia do Blogger.