Preparando-se para a TPM - Parte 17 - Desafio Real, Graça Real (final)

1 Comments

Uma vez uma avó me falou sobre como ela sofreu de depressão pós-parto depois do nascimento do seu primeiro bebê. Ela não sabia o que estava acontecendo consigo mesma. Ninguém tinha lhe dito que esperasse por aquilo. Ninguém a assegurou que era normal. Ninguém ofereceu conforto ou conselho. Simplesmente não falavam sobre estas coisas naquela época.
Mas desafios hormonais são reais. TPM, menopausa, depressão pós-parto, moderada ou severa, são desafios genuínos e naturais. Não ajuda em nada sermos pseudo-espirituais pensando que nós, como cristãs, somos imunes a tais tentações. Será melhor humildemente reconhecermos a fragilidade da nossa condição humana. Será melhor nos lembrarmos, como Deus lembra, que "nós somos pó" (Sl. 103:14).
Mas Deus "conhece a nossa estrutura". Ele contou cada cabelo da nossa cabeça e sabe o nível exato de cada hormônio do nosso corpo. Ele nos fez deste modo. E não como algum tipo de piada cruel, mas, pelo contrário, para que através da nossa fraqueza, o Seu poder seja aperfeiçoado.
Sim, os hormônios podem estar se enfurecendo, nossos sentimentos podem vacilar e nosso corpo pode estar esgotado. Mas graça de Deus, que nos é dada por causa do que Jesus realizou na cruz, é real. Não é um mito ou um placebo. A Sua graça é real. E é mais poderosa do que qualquer hormônio mal-humorado no nosso corpo. Como Deus disse a Paulo em 2 Coríntios 12, "A minha graça te basta".
Hormônios imprevisíveis podem ser o famoso espinho na nossa carne. Nós podemos pedir, como Paulo fez na sua fraqueza, que Deus o tire de nós. (Eu admiro o autocontrole de Paulo em só pedir três vezes!) Mas, muitas vezes, Deus tem outros planos. Ele quer nos colocar numa posição em que o poder de Cristo esteja sobre nós.
Portanto, alegremo-nos na fraqueza. Não que nós não façamos o que está ao nosso alcance para aliviar os sintomas. Devemos nos beneficiar da graça comum de cochilos e vitaminas e pratos de papel e um ombro para chorar e até mesmo uma visita ao médico, se necessário. Mas nossa esperança não está no essencialmente nestas coisas. Nossa salvação vem de Deus. Nossa esperança está no poder Dele que é suficiente para nos ajudar a passar por tudo.
Então vamos nos gloriar. Vamos falar a outras mulheres da graça de Deus que é suficiente. Suficiente nos capacitar a lidar com nossos sentimentos. Suficiente para nos ajudar a nos alegrarmos. Suficiente para nos fazer crescer. Suficiente para nos fortalecer para fazer o que deve ser feito, a semear com lágrimas e colher com alegria.
Hoje, as mulheres estão muito mais esclarecidas do que aquela avó, sobre a realidade dos desafios hormonais. Mas nós como mulheres cristãs, deveríamos testemunhar de forma mais contundente, da graça de Deus que é real, do poder de Cristo que é suficiente.
Nicole Whitacre

(1) Este é o último de uma série de 17 posts publicada no blog Girl Talk entre os dias 12/02/08 a 06/03/08
Fonte: Extraído do site GirlTalkparte17


Tradução: Priscila Bernardi Heyse e Ester Bernardi Marafigo






    You may also like

    Um comentário:

    1. Obrigado pelo conteúdo de qualidade de seu blog! Fiz uma pequena homenagem, seu blog está na minha lista de homenageados!^^
      Visite http://cliqueboaleitura.blogspot.com/ ,meus sinceros parabéns!
      Genilda Silva

      ResponderExcluir

    Tecnologia do Blogger.