Encerramento Palestra "Mulheres que Edificam" CPA IV- 1ª Etapa

10:32:00 Adriana de Paula 2 Comments

Só tenho que agradecer a Deus pelo abençoado encerramento das palestra realizada na Igreja Assembléia de Deus do CPA IV. Foram sete palestras ministrando o tema do livro  "Mulheres que Edificam" . Foi tremendo o que Deus fez e ainda vai fazer na vida de muitas mulheres e nos lares naquele lugar. No ultimo dia da palestra, falei sobre o ultimo capitulo do livro " O Acabamento" . Sabemos que o acabamento é a parte mais cara de uma construção. O acabamento é a aparência da casa,  e é geralmente  no acabamento que se imprime o gosto do dono da casa, isto é, o acabamento se identifica com o dono da casa. Neste ultimo capitulo, fui levada pelo Senhor a falar da aparência da nossa casa, refletindo um pouco sobre a verdadeira aparência da mulher sábia. Uma aparência que nasce do coração.
Sabemos que o mundo tem o seu padrão de beleza ( de aparência ) pré definido. Basta abrir uma revista , ou dá uma olhada nos outdoor que você terá uma ideia de que o mundo considera uma mulher bonita e de aparência. Mas o que a Bíblia diz a esse respeito? A Bíblia diz que a verdadeira beleza de uma mulher nasce de um espírito manso e quieto ( 1Pe 3. 3-5). Mas eu te pergunto: É fácil possuir um espírito manso e quieto, diante das circunstâncias do dia a dia? Não! Ainda me lembro como foi difícil chegar na igreja do CPA IV no ultimo dia da palestra com um espírito manso e tranquilo. Justamente no dia em que eu ia ministrar sobre a verdadeira beleza de uma mulher fui colocada em prova... O meu esposo chegou do serviço atrasado e não estava em um dos seus melhores dias... Saímos de casa atrasados e ainda precisávamos deixar o nosso filho na nossa igreja para o ensaio dos adolescentes... O trânsito estava horrível... O carro não ajudava... E quando fui procurar um material que eu havia preparado para fazer uma dinâmica com as irmãs, eu havia esquecido em casa...E em meio a todas aquelas circunstâncias parece que o espirito manso e tranquilo queria dar lugar a um espírito agitado e impaciente,e a minha velha natureza pecaminosa queria emergir gritando para o meu marido: Por que você não chegou cedo? Você sabia que eu tinha um compromisso importante hoje e que eu não posso   chegar atrasada!

2 comentários: