Fazendo Escolhas diárias na Construção de um bom casamento

0 Comments

O casamento não é um "acordo fechado" no altar, seguido de felizes para sempre. É um processo contínuo, todos os dias você tem que se levantar e dizer: Vou edificar ao invés de derribar!
Logo que casei, não demorou muito para mim perceber que construir um casamento não era tarefa fácil, eu precisaria empenhar todos os meus esforços e fazer boas escolhas diárias. Depois de quase vinte anos de casada eu ainda preciso me levantar e dizer: Hoje eu escolho Edificar ao em vez de  derribar.


     A seguir estão algumas escolhas diárias que me ajudam a edificar e poderá ajudá-la também  a construir um casamento forte e duradouro :


Escolha servir o seu cônjuge - Fomos chamadas para servir. Como escrevi no livro Mulheres que Edificam, sei que esta frase não parece bem familiar nos dias de hoje. Enquanto a Bíblia nos ensina que fomos chamadas para servir e servir é um resultado natural do amor "Porque, a liberdade,queridos irmãos,que lhe foi dada: não a liberdade de fazer o mal, mas a liberdade de amar e servir uns aos outros". (Gl5.13), o conceito deste mundo é que precisamos amar a nós mesmos e servir a nós mesmos e não aos outros. Mas se quisermos construir um relacionamento abençoado, precisamos abrir mãos dos nossos próprios interesses e abençoar o nosso cônjuge da melhor maneira possível. Seja preparando uma refeição, cuidando das roupas, auxiliando em seu negócios, pois como disse Gary Chapman em seu livro As cinco Linguagem do Amor, " fazer algo por alguém, é a mais profunda expressão de amor".


Sei que não é tarefa fácil, pois muitas mulheres não são reconhecida pelo que faz. Mas devemos fazer a nossa parte, independentemente se o outro está fazendo ou não, pois escolher servir irá resultar em um casamento abençoado e duradouro.


Escolha Aceitar o seu esposo como ele é - Aceitar as diferenças é a chave de um casamentos de sucesso! Muitas garotas entram no casamento com a esperança que vão mudar o cônjuge com o tempo, mas depois de algum tempo percebem que as mudanças não acontecem, até mesmo, porque homens e mulheres são diferentes, foi assim que Deus os criou. E se há alguma mudança a ser feita, esta é a responsabilidade do Espírito Santo e não a nossa, e que,  na maioria das vezes precisa começar trabalhar primeiramente em nós, para então trabalhar na vida dos nossos cônjuges.


Escolha abrir a boca com sabedoria - É isto que Deus espera de nós, como está escrito em sua Palavra " Fala com sabedoria e ensina com amor". Pv 31.26.( NVI) Abria a boca com sabedoria e ensinar com amor era uma das qualidades da mulher de Provérbios 31,  e esta precisa ser uma das nossas qualidades e atitude se  realmente desejamos edificar um lar abençoado. Mas agora eu te pergunto, é fácil abrir a boca com sabedoria quando o nosso desejo é falar a primeira coisa que vem a nossa mente, quando somos confrontadas ou machucadas?  É fácil proferir palavras brandas, carregadas de amor, quando nosso cônjuge nos maltrata  ou nos aborrece? Quando nos despreza ou nos humilha?  Com certeza não é, mas se  realmente queremos fazer boas escolhas para construir um casamento abençoado, uma delas é abrir a boca com sabedoria, falando palavras que edificam, que constrói, que levanta.  Foi para isto também  que Deus nos criou, para ajudar e apoiar os nossos cônjuges, falando palavras que o incentive a encontrar a perfeita e soberana vontade de Deus.


Escolha respeitar o seu esposo -  Nada mais fere o ego masculino do que quando ele se sente desrespeitado pela sua esposa. Enquanto nós mulheres desejamos ser amada e apreciada, os homens desejam intensamente o respeito da esposa. Emerson Eggerichs, em seu livro Amor e Respeito - O que Ela mais deseja,  do que Ele mais precisa, nos dá uma ideia clara do quanto as mulheres desejam ser amadas e do quanto os homens precisam ser respeitado. Muitas mulheres não entendem o quanto o marido necessita sentir-se respeitado, para então poder demostrar o seu amor pela esposa, pois como disse Emerson Eggerichs " Quando o marido se sente desrespeitado, é especialmente difícil para ele amar a esposa". E em contra partida quando a "esposa não se sente amada, é especialmente difícil para ela respeitar o marido". Então minha querida, fica aqui uma dica. Se você deseja se sentir amada pelo seu esposo, dê o primeiro passo e comece  respeitá-lo. Escolha respeitar  às opiniões,  os desejos, e as  diferenças do seu esposo , e construa um casamento abençoado.

Abraços em Cristo
Adriana de Paula


You may also like

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.