Devolvendo às Rédeas ao Marido

17:03:00 Adriana de Paula 2 Comments



Uma das maiores queixas que eu ouço depois das ministrações da palestra “Mulheres que Edificam”, é a falta de liderança do esposo. São mulheres frustradas por ter um esposo que não assume a liderança da casa e não se preocupa com as necessidades da família.

Ainda me lembro da angústia de uma mulher ao compartilhar a sua frustração por não ter um esposo de ‘atitude’. Enquanto conversávamos, eu perguntei:
— Ele foi sempre assim? Você já deu a ele o ‘espaço’ necessário para se tornar o líder do seu lar? Ela, com os olhos cheios de lágrimas, respondeu:
— Não, eu nunca dei espaço a ele. Eu sou uma mulher muito afoita, quero tudo para ontem e não consigo esperar por ele.

Naquele dia, quando cheguei em casa, fui inspirada a escrever este post com o título: “Devolvendo às Rédeas ao Marido”. Quantas vezes os homens até tentam assumir o seu papel de liderança, mas na maioria das vezes, não recebem apoio e são podados na primeira tentativa. Eles até tentam assumir as rédeas, mas nós não a entregamos, insistimos em assumir a liderança do lar, trazendo um desequilíbrio, pois não foi desta maneira que Deus projetou para que o nosso relacionamento tenha sucesso.

Os homens gostam de desafio! Está em sua natureza. Eles amam a emoção da caçada. Até alguns anos atrás eram eles que iam em busca de um relacionamento, mais hoje em dias nem sempre acontece assim. As meninas estão mais 'atiradas.' Em toda a historia humana há registro dos homens como caçadores e as mulheres como receptores

As Escritura nos revela esta verdade. Que Deus projetou os homens e as mulheres desta forma. Enquanto Deus criou Adão como protetor e provedor, "O Senhor Deus tomou o homem e o colocou no jardim do Éden para o lavrar e o guardar" (Gênesis 2:15), criou Eva como ajudante de Adão, àquela que auxiliaria Adão em todas suas tarefas, o apoiaria e o incentivaria a cumprir o propósito de Deus (Gn 2.18,20). Enquanto Deus criou o homem como protetor e provedor e a mulher foi projetada para ser a sua auxiliar.

Está no DNA de cada homem.... ser provedor e protetor. Mas infelizmente muitos homens já não conseguem ou não querem assumir o seu papel de liderança - provedor e protetor.

Como disse Mary Kassian "O homem é o caçador e a mulher é o coletor, o homem deve prover para a mulher. Então, se ela começa a fornecer para ele, ela desprende energia masculina, e joga tudo fora de equilíbrio". Com isto eu não estou querendo dizer que as mulheres não devem auxiliar o esposo na busca de um bem estar melhor para a família, e até mesmo do sustento, mas o que eu quero dizer é que os papeis não devem ser trocados. Apesar da mulher poder auxiliar o esposo nas finanças, ela precisa enter o seu papel no plano de Deus para o casamento.

Deus criou o homem e a mulher igual em sua pessoalidade, enquanto diferente e único em sua função, isto é, cada um tem o seu papel distinto. Enquanto o homem foi designado com a responsabilidade de liderança amorosa e de servo ( como a de Cristo), a mulher foi criada para honrar e afirmar a liderança do seu marido.

Infelizmente vivemos em uma época em que as mulheres não querem mais honrar e apoiar a liderança do marido. Lutamos tanto pela igualdade, mas acho que perdemos a guerra. Aquilo que era para ser uma luta pela dignidade e direitos iguais, passou a ser uma luta pela superioridade. Hoje para muitas mulheres, não basta ser igual ao esposo, precisa ser superior.

Na verdade esta briga entre os sexos é bem antiga. Lembra-se de Eva? Ao comer do fruto ela estava revelando o que está no coração da maioria da mulheres: Conduzir às rédeas! Somos tentadas constantemente à tomar as rédeas do marido. A tomar as decisões, a impor os nossos desejos. Não sei você, mas todas às vezes que eu tentei conduzir às rédeas do meu casamento não deu certo, a 'coisa' não andava, saíamos do caminho, da direção certa. Quando percebi que eu não seria capaz de levar a 'carrocinha' ou a caruagem do meu casamento (como você achar melhor), decidi devolver às rédeas ao meu esposo, a quem Deus confiou conduzir às rédeas da minha família.

Minha querida entregue também às rédeas ao seu esposo. Encoraje o seu esposo a ser um líder amoroso, sendo uma mulher sábia e prudente.Ninguém pode encorajar e inspirar a seu marido, mas do que você, que foi criada para isto. Incentive-o a ser tudo aquilo que Deus planejou para ele, através de uma vida piedosa e de oração. Pois a "oração de um justo pode muito em seus efeitos", e com certeza esta verdade vale para a 'esposa justa'.

Adriana de Paula

2 comentários:

  1. Olá, tudo bem?
    Conheci agora sua página e adorei. Estou lendo várias postagens.
    Adorei esse texto, me vejo nele. Mas posso dar uma sugestão? Senti falta de alguns exemplos de como devolver às rédeas para o marido. Pois acredito que, como eu, a maioria nem consegue identificar onde está errando, e ter alguns exemplos ajudaria a guiar a reflexão.
    Beijos

    ResponderExcluir

Todos Direitos Autorais reservados a Adriana de Paula. Tecnologia do Blogger.