Série: Deus é meu Pai - Parte I

0 Comments

Agradeço a Deus todos os dias pela vida do meu pai, um homem amoroso, piedoso, temente a Deus, e sempre presente na vida dos filhos. Desde que mudei para São Paulo, tenho sentido muita falta do meu paizinho, e isto tem me feito pensar muito na paternidade de Deus, e estreitado ainda mais o meu relacionamento como filha de Deus. Não que tenha algum problema de relacionamento como filha de Deus, como dizem por aí __ 'sou muito bem resolvida' nesta questão.  Infelizmente muitas mulheres não podem dizer a mesma coisa, algumas delas ainda não passaram pelo processo de adoção através do filho de Deus 'E nos predestinou para filhos de adoção por Jesus Cristo, para si mesmo, segundo o beneplácito de sua vontade' ~ Efésios 1.5, e não nasceram de novo 'Contudo, aos que o receberam, aos que creram em seu nome, deu-lhes o direito de serem feitos filhos de Deus, a saber, aos que creem no seu nome. Os quais não nasceram por descendência natural, nem pela vontade da carne, nem pela vontade de algum homem, mas nasceram de Deus. ~João 1.12,13. Outras já se entregaram a Cristo, mas têm uma visão destorcida ou  não entendem quase nada sobre a  paternidade de Deus. 

Como escreveu J.I. Packer em  O conhecimento de Deus, '... Se quiser julgar até que ponto uma pessoa entendeu o que é cristianismo, descubra que valor ela dá ao fato de ser filha de Deus e de ter a Deus por Pai. Se este pensamento não dominar e controlar suas orações, adoração e toda a sua atitude perante a vida, isso demonstra não ter entendido bem o cristianismo. Pois tudo o que Cristo ensinou — o que torna o Novo Testamento novo e melhor que o Antigo, tudo o que é distintamente cristão, em oposição ao judaísmo — está englobado no conhecimento da paternidade de Deus. "Pai" é o nome cristão para "Deus"...' 

Deus se revelando  a cada uma de nós como Pai é o ponto mais alto das Escrituras!

O Antigo Testamento mostra Deus como pai de uma nação ( Deuteronômio 32.6; Isaías 63.16;). No Novo Testamento Deus se revela como Pai de todo àquele que crê em seu filho 'Todos vocês são filhos de Deus mediante a fé em Cristo Jesus.' ~ Gálatas 3.26.

Jesus, o filho de Deus nos trouxe a revelação mais extraordinária de toda a Escritura: Deus é Pai! 

'Disse Jesus: Não me detenhas, porque ainda não subi para o meu Pai, mas vai para os meus irmãos, e dize-lhes que eu subo para meu Pai e vosso Pai, meu Deus e vosso Deus.' João 20.17

Jesus em seu ministério terreno usou o termo 'Pai' mais do que qualquer outro nome para Deus. Jesus ao chamar Deus de Pai, não estava apenas nos ajudando a entender Deus,  ao comparar Deus com a paternidade humana. Quando Ele disse: 'dize-lhes que subo para meu Pai e vosso Pai' não era uma analogia e nem tão pouco uma metáfora, é literal, Deus é Pai! Como disse Gene Veith 'Jesus não estava associando a Deus certas semelhanças remotas dos pais, ao invés disso, são os pais terrenos que têm certas semelhanças remotas de Deus. A essência da paternidade é encontrada em Deus e não nos seres humanos!'

Como é maravilhoso saber disso! Que Deus é um Pai perfeito. Que os nossos pais terrenos por mais que tentem ou se esforcem são apenas semelhanças remotas do nosso Pai Celestial.

Você reconhece Deus como Pai? Você o conhece como um pai amoroso e bondoso? Infelizmente muitas mulheres não conseguem  reconhecer a Deus como um pai amoroso e bondoso, pois a tendência humana é projetar em Deus, nosso Pai Celestial, a noção que temos do  nosso pai terreno. São mulheres que foram marcadas por um pai que não lhes demostrava amor, afeto e carinho, mulheres que não tiveram experiência positivas em relação ao seu pai. Algumas delas foram abusadas, algumas tiveram um pai violento, outras tiveram um relacionamento distante, foram rejeitadas, desprezadas, decepcionadas depois que perceberam que os seu pais não eram super-homens.

Minha querida, não importa qual foi ou qual  seja a sua experiência com o seu pai terreno. Saiba que o seu Pai Celestial é o Pai perfeito! É o pai que toda menina um dia sonhou. Ele não te decepciona, Ele se importa com você,  e a trata com dignidade, a ama incondicionalmente e perdoa as suas falhas, te aceita apesar das suas imperfeições e a chama de filha amada!

 *trecho do livro Mulheres Amadas e Aceitas por Deus

Clique Aqui e conheça mais sobre o livro Mulheres Amadas e Aceitas por Deus

Ainda que as suas experiências foram dolorosas e traumáticas com o seu pai, a boa notícia é que sua compreensão de paternidade, não se limita ao seu pai terreno, porque ele não é o que define um pai. Deus é! Por isso minha querida se achegue ao seu Aba Pai, com um coração aberto e desarmado, e diga para para Ele: Obrigada Deus por ser sua filha, e pelo Pai que tu ÉS! E diga para você mesma: Deus é meu Pai! Diga quantas vezes forem necessárias, repita milhares de vezes se for preciso. Sinta esta verdade correndo em seu ser, que você é filha de Deus, e que Ele é seu Pai!
_________________________


Adriana de Paula é natural de Cuiabá - MT, mas recentemente mudou-se para São Paulo. É formada em Teologia, é membro da Igreja Assembleia de Deus. Esposa e mãe de dois filhos maravilhosos. Ama ler e escrever, e a sua paixão pela escrita levou-a a escrever o livro Mulheres que  Edificam e Mulheres Amadas e Aceitas por Deus.  Ama trabalhar com o ministério feminino, e a sua maior paixão é ver Deus levantar e restaurar mulheres.



Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.