Promoção Mês da Mulher que Edifica!

08:49:00 Adriana de Paula 0 Comments

Ainda não se inscreveu? Corre que ainda dá tempo! 💃❤️
Promoção Mês da Mulher que Edifica!
Em homenagem ao dia Internacional da Mulher, estaremos sorteando três maravilhosos kit:
1º- Kit com 1 exemplar do livro Mulheres que Edificam, 1 exemplar do livro Mulheres Amadas e Aceitas por Deus e 1 exemplar do livro 30 Dias de Oração pelo Marido.

2º- Kit com 1 exemplar do livro Mulheres Amadas e Aceitas por Deus, e 1 exemplar do livro 30 dias de Oração pelo Marido.
3º- 1 exemplar do livro 30 Dias de Oração pelo Marido, 1 mine Diario de Oração e 1 bloco de anotação da Mulher que Edifica.
Para participar da Promoção "Mês da Mulher que EDIFICA", basta COMPARTILHAR esta publicação e curtir o nosso canal no Youtube __ www.youtube.com/mulheresqueedificam
Não esqueça de curtir o nosso canal, o sorteio será realizado somente com os inscritos do canal www.youtube.com/mulheresqueedificam
Corra lá e faça a sua inscrição!
O sorteio será realizado no dia 31 de Março de 2018. As contempladas receberão os prêmios em seu endereço com uma linda dedicatória e marca página personalizado.
*Entrega em todo território brasileiro.
Inscreva-se AGORA mesmo: www.youtube.com/mulheresqueedificam E concorra a livros que certamente abençoarão a sua vida!

0 comentários:

Deus me Fez Mulher - PARTE III

09:33:00 Adriana de Paula 0 Comments



'Deixe-me ser o que fui criada para ser. Deixe-me ser uma mulher' - Elizabeth Elliot

Há uma grande confusão quanto ao nosso chamado e papel. E esta confusão não começou agora, começou lá no jardim do Éden! 

Quando Deus criou a mulher, a designou como àquela que estaria ao lado do homem para ajudar em sua missão '... farei para ele alguém que o AUXILIE e lhe CORRESPONDA'. Mas Eva, descontente com o propósito da sua criação, deu ouvido a doce proposta da serpente, e desejou ser igual a Deus.

Descontente em ser  uma 'ajudante' ou 'auxiliadora', Eva queria mais. Queria mais do que ser apenas uma mera ajudante do marido. Afinal, quem quer ser apenas uma ajudante??? Eva queria mais, nós também queremos mais! Queremos ser muito mais do que uma ajudante ou auxiliadora, porque não entendemos o verdadeiro significado e o propósito de Deus em nos ter criado EZER. A nossa ideia de "ajudante"   não se alinha necessariamente com a ideia de Deus de ser um"ajudante". Só quando entendermos o que verdadeiramente significa  ser EZER, o que significa SER MULHER, seremos restauradas em nossa identidade, e  nos contentaremos em cumprir a nossa missão de 'auxiliadora correspondente' com alegria! 

Minha querida, Deus quer restaurar a sua identidade! Ele tem autoridade para isso! Como disse, Rebecca Jones: "Quando aceitamos a autoridade de Deus para nos definir e nos usar, descobrimos o que significa ser uma mulher." Precisamos mais do que nunca aceitar a autoridade daquele que nos criou.  Só Ele tem autoridade para te definir. Não é a mídia, nem o pensamento feminista e nem tão pouco a ideologia de gênero, nem muito menos empresa de sabão em pó ou de perfume que define quem você é! Eles não têm autoridade para definir quem você é ou deixa de ser! Mas Deus tem! Ele tem, porque foi Ele quem te projetou e te criou para ser portadora de Sua imagem!

Toda nós temos origens, histórias e heranças culturais que moldam a nossa ideia de nós mesmas, e isso muitas vezes é suficiente para nos dar visões profundamente imperfeitas de nossa identidade. Mas não  permita que nada e ninguém defina o que você foi criada para ser. Deus já disse em sua Palavra quem somos, e isso é suficiente para  nos fazer abraçar e aceitar a nossa identidade e feminilidade! Temos que aprender a ser contentes e agradecidas em quem Ele nos fez ser, em nossa feminilidade, e nosso jeito único de ser mulher.

Precisamos nos convencer de que fomos criadas para um propósito glorioso. Para ser portadora da Imagem de Deus através da nossa feminilidade. Precisamos dizer para todo mundo ouvir e precisamos dizer a nós mesmas: 'Deixe-me ser o que fui criada para ser. Deixe-me ser uma mulher' - Elizabeth Elliot.

No amor de Cristo,
Adriana de Paula.



Este Texto faz Parte da SÉRIE: Deus me fez Mulher

Acesse aos outros textos da Série:


0 comentários:

Projeto MEL - Alargando as Tendas

10:42:00 Adriana de Paula 0 Comments


Quando o Senhor me disse que tinha um tempo novo na minha vida e especialmente para o Projeto MEL - Mulheres que Edificam Lares, fiquei um tanto resistente, pois implicaria em nossa mudança para São Paulo, e também na estrutura do Projeto MEL. Hoje, depois de alguns meses, não posso conter as lágrimas em ver a tenda do Projeto MEL se alargando pelo Brasil afora. Só Jesus pode fazer isso!
Através da querida Debora Viana o Projeto MEL chegou a cidade de Cujubim - RO, e depois avançou para Machadinho do Oeste - RO, Mirante da Serra - RO e Cacoal - RO, Colorado do Oeste - RO! 
E não para por aí meninas! Mais algumas cidades em Rondônia, Goias, São Paulo, Mato Grosso estão em fase de implantação! 

Quando recebi as fotos das reuniões do Projeto MEL em Cujubim, Mirante da Serra, Cacoal e Machadinho do Oeste, não puder conter as lágrimas e exultar ao Senhor, pela vida de mulheres que se dispuseram a serem usadas pelo Senhor, para restaurar o chamado de Deus na vida das mulheres de suas igrejas locais. Não tem como não se emocionar!
































0 comentários:

PROJETO MEL- MULHERES QUE EDIFICAM LARES

18:50:00 Adriana de Paula 1 Comments




Como tudo começou
Há alguns anos atrás, quando recebi de Deus a mensagem Mulheres que Edificam, não tinha noção do que Ele faria e nem da proporção que a mensagem alcançaria. Uma mensagem tão urgente para os nossos dias, onde há tanta confusão quanto ao papel e ao chamado da mulher, principalmente em relação à família, em edificar a casa segundo os princípios da Palavra de Deus.
Depois de muitas ministrações no tema, fui impelida pelo Senhor a publicar o livro Mulheres que Edificam. Conforme mais me envolvia com a mensagem, e mais ministrava temas relacionado a família, esposo, filhos, casa, organização do lar, mais eu sentia e percebia a necessidade e os desafios que muitas mulheres enfrentam no dia a dia. Muitas delas erram e perecem por falta de conhecimento, como diz na escrituras: ‘O meu povo perece por falta de conhecimento’~ (Ozeias 4.6). É Por falta de conhecimento e entendimento é que muitas mulheres não conseguem lidar e administrar de forma sábia e inteligente as questões relacionada à família. Foi aí que percebi o quanto elas precisavam aprender de forma mais profunda a respeito do que Deus diz em sua palavra sobre a construção da família, bem como lidar com os filhos, o marido, e tantas outras coisas que envolve a construção de um lar abençoado. Ao perceber que muitas mulheres se sentem tão confusas, e porque não dizer, tão perdidas em relação ao seu papel, fui fortemente tocada pelo Senhor a fazer uma reunião, uma vez ao mês, com o objetivo de inspirar, animar e incentivar nossas queridas irmãs a desenvolverem seu chamado enquanto esposas e mães.

Nossa Missão
A missão do Projeto MEL é criar oportunidades para equipar e encorajar, incentivar e inspirar todas as mulheres a entender e atender ao chamado de Deus para Edificar lares abençoados e dedicados ao Senhor.

Como Funciona?
Quando fui impelida pelo Senhor a trabalhar com as mulheres da igreja, o Senhor me deu a didática de ministrar um capitulo do livro Mulheres que Edificam por reunião, já que livro é dividido em 13 capítulos com assuntos destintos:


  •   1. Vagas abertas para construtoras.
  •   2. Lar, Doce Lar.
  •  3. Por onde começar?
  •   4. Construindo com sabedoria
  •   5. Lançando mão à obra.
  •   6. Oração o cimento de Deus
  •   7. Erguendo as Colunas.
  •   8. Erguendo as Paredes do Quarto do Casal.
  •   9. Erguendo as Paredes do Quarto dos Filhos.
  • 10. Erguendo as Paredes da Cozinha.
  • 11. Erguendo as Paredes da Sala de Estar.
  • 12. Cobrindo a Casa.
  • 13. O Acabamento.
Cada capítulo do livro tem material suficiente para as ministrações, mas pode-se usar outros materiais de apoio, disponível no site www.mulheresqueedificam.com.br para complementar ainda mais o tema proposto para o mês.
Quem irá organizar as Reuniões?
Para que o Projeto MEL - Mulheres que Edificam Lares, seja realizado com sucesso em sua Igreja é necessário a ajuda e o apoio de outras mulheres que tenham o mesmo desejo e visão que você tem, em relação ao crescimento individual, familiar e espiritual das mulheres da sua Igreja. Por isso é muito importante que você ore ao Senhor, pedido que Ele te oriente quais são as mulheres que você irá convidar para fazer parte da equipe do Projeto MEL. Que sejam Mulheres que tenham visão de reino, mulheres comprometidas com o que faz, mulheres que priorizam a família, e acima de tudo, mulheres que amam a Deus e fazer à Sua vontade. Outra coi- sa importante, é convidar mulheres que possuem alguns talentos que serão úteis ao projeto. Exemplo, aquela irmã que gosta de trabalhar com decoração, a outra que gosta de organizar eventos, outra que ama receber as pessoas, para recepcionar no dia da MEL, e assim vai........

Quando acontece as reuniões?
A reunião da Mel geralmente  acontece uma vez ao mês.  É importante que a  data  escolhida, seja  estipulada  no  calendário da Igreja, para que as irmãs tenham em mente uma data fixa do dia da reunião, e para que também não haja conflitos com outras atividades da igreja. Na minha igreja por  por exemplo, as reuniões sempre  acontecem no 4º Sábado do mês, às 16:00 hs.  É muito importante que a data escolhida e o horário sejam o mais viável para a maioria das mulheres, o que pode ser pela manhã, tarde ou noite.

Como organizar as reuniões?
Depois da data definida e escolhida a equipe que estará trabalhando diretamente no projeto MEL, é hora de planejar como será a reunião. 
 Além do objetivo de reunir as mulheres da Igreja para que prendam mais de Deus  sobre  como  lidar  com o relacionamento familiar,  a reunião da MEL  -  Mulheres que Edificam Lares, também tem por objetivo reunir as mulheres para uma interação social, seja  para fazer novas amizades ou compartilhar momentos com as amigas da Igreja, ou com as convidadas que trarão para a reunião.
Por isso há todo um planejamento e organização para a realização da reunião da MEL, que vai desde escolher o dia mais apropriado para a reunião, bem como a decoração, e o preparo do chá da tarde, se for a tarde, café da manhã, se for pela manhã, ou coffe break se for a noite.
Sabemos das dificuldades e dos poucos recursos financeiros que algumas Igrejas ou o departamento feminino enfrentam para promover um chá da tarde, um café da manhã, e até mesmo um simples coffe break. Por isso, uma boa ideia é incentivar cada irmã a levar um prato de bolo ou salgado,deixando somente os sucos,cafés e chás na responsabilidade da organização do evento, assim  como a decoração, lembrancinhas e outros mimos que Deus ministrar em seu coração.

Sobre a Palestra
Como disse no inicio, o projeto MEL surgiu inspirado da mensagem e do livro Mulheres que Edificam,  uma  mensagem voltada totalmente para construção da família e seus desafios, por isso é   importante que em um primeiro momento,  as mensagens ministradas tenham o apoio do livro Mulheres que Edificam, que é bem didático em sua construção, e certamente  será  de grande  ajuda  para  quem irá ministrar. É  claro que com o passar do tempo outros temas relacionados  a construção da família  poderão  ser  ministrados.                               
Conclusão
 Espero ter tirado algumas dúvidas quanto ao  projeto MEL. Fico feliz pelo interesse de  conhecer mais  sobre  o  projeto, e pelo seu desejo de abençoar as irmãs da  sua Igreja, através  do ensino da Palavra. Oro para que se  for a vontade de  Deus, implantar o Projeto MEL - Mulheres que Edificam Lares, em sua igreja, todas as portas  se abram, para que mais  mulheres  sejam alcançadas, e atendam ao  chamado de Deus, para edificar uma família abençoada! 

No amor de Cristo,
Adriana de Paula

Saiba mais sobre o Projeto Mel, Adriana de Paula, e o seu livro Mulheres que Edificam,  em:

www.adrianadepaula.com.br  I facebook: mulheresqueedificam I www.mulheresqueedificam.com.br

1 comentários:

DEUS ME FEZ MULHER - II PARTE

07:10:00 Adriana de Paula 0 Comments



Minha querida, você é a melhor coisa que Deus já fez! Você consegue acreditar nesta verdade? Na verdade de Deus ao teu respeito? O inimigo não quer que você acredite que você é a melhor coisa que Deus já fez,  mas ele quer que você acredite em suas mentiras, dizendo que você é uma mulher sem valor e obra do acaso. Ele quer que você se sinta confusa quanto a sua verdadeira identidade e propósito, mas você precisa acreditar em tudo o que Deus diz a teu respeito. E o que Deus diz a teu respeito é, que você é a melhor coisa que Ele já fez!

O livro do Gênesis diz que Deus criou o mundo e tudo o que nele há em seis dias. Ao final de cada dia, Ele olhava para tudo o que havia criado e dizia: Foi bom o que eu fiz! No entanto, no último dia, ao criar o homem e a mulher Deus disse: É muito bom o que eu fiz!

“A expressão ‘muito bom’ em hebraico é ‘tov meod’. Tov pode ser traduzido apenas como ‘bom’. Mas, literalmente, significa algo agradável, belo, excelente, que traz sensações boas a quem tem contato com aquilo (no caso aqui, a criação). E quando a palavra tov vem acompanhada da palavra meod (excessivamente, abundantemente, muitíssimo), a expressão ganha uma força impossível de ser superada. Juntas, as palavras tov meod apontam para algo excessivamente belo, ou seja, de uma estética inigualável.”11

Criar o homem e a mulher foi a obra mais excelente de toda a criação. Superou tudo o que Deus havia criado antes. Deus não errou ao te criar. A forma como ele te fez, o seu jeito de ser, foi tudo cuidadosamente planejado e entretecido por ele.

“Pois possuíste o meu interior, entreteceste-me no ventre de minha mãe” (Salmos 139.13)

Como um artesão que tece uma trama de tecido, Deus teceu cada trama do seu corpo, a cor dos seus cabelos, dos seus olhos, da sua pele! Você foi perfeitamente criada por Ele. 

Muitas mulheres tem uma visão distorcida de si mesmas. Elas não conseguem enxergar como Deus as enxerga. Elas não conseguem se ver, como Deus as vê. Com a visão embaçada, elas se olham no espelho e têm uma visão distorcida e não conseguem enxergar a verdadeira beleza. Algumas mulheres vivem um verdadeiro martírio em busca da beleza imposta pela sociedade. Nunca estão satisfeitas com o que olham no espelho. Algum tempo atrás eu estava assistindo um programa sobre autoestima, quando o apresentador ficou surpreso ao perguntar para uma das mulheres mais lindas do Brasil, se ela pudesse mudar o que ela mudaria em sua aparência, para a surpresa do apresentador e dos telespectadores ela respondeu que gostaria de perder alguns quilos. Com um corpo perfeito, curvas e silhuetas bem desenhadas, de dar inveja a qualquer mortal, a top model se achava insatisfeita com o que via no espelho. 

Ao criar a mulher Deus tinha em mente uma beleza que vai além do estereótipo, da aparência e do superficial. Deus quando olha para você, ele vai além do que está por fora. A verdadeira beleza da mulher não é medida pelo estilo do seu cabelo, tamanho da sua saia jeans, ou pela tonicidade de sua pele. Mas é medida pelo que está dentro do coração. Se você quiser ser verdadeiramente bonita, você precisa passar menos tempo na frente do espelho e mais tempo na frente da Palavra de Deus. Com isto, não estou aqui dizendo que você não precisa se cuidar e importar com a sua aparência, mas que a sua atenção não deve estar somente no que se vê por fora, mas no que está por dentro, na atitude de um coração manso e tranquilo que é precioso diante de Deus (1 Pe 3.3). Quando passamos mais tempo na frente da Palavra de Deus, passamos a reconhecer quem somos em Cristo. Quando passamos mais tempo na frente da Palavra de Deus a nossa autoestima é elevada. Quando passamos mais tempo na frente da Palavra de Deus não ficamos presas a sentimentos de inferioridade, insegurança e insatisfação.

Liberte-se nesta hora! Liberte-se daquilo que a sociedade tem imposto sobre o seu jeito de ser, vestir e agir! Liberte-se para SER tudo àquilo que Deus projetou em você! Permita-se ser Mulher. Diga como Elizabeth Elliot disse: 'Deixa-me ser o que fui criada para ser. Deixe-me ser uma Mulher!'

Feliz dia da Mulher!
No amor de Cristo, 
Adriana de Paula.

*Esse texto, faz parte do capitulo  7 - Olhe-se no Espelho, Alteza!
Do meu Livro Mulheres Amadas e Aceitas por Deus.


Toda mulher independente da época em que viveu, da cultura e da condição social, deseja ser amada e aceita.

Jesus veio para restituir à  mulher a sua posição. A posição que ela havia perdido lá no jardim do Éden.
Foi revolucionário o modo como Jesus valorizou as mulheres. Ele as tratou com dignidade, e a libertou dos seus medos, das suas dores, enfermidades e pecados. Ele não as tratou como seres inferiores, mas as incluiu em seu ministério e as colocou em pé de igualdade no reino de Deus.

Adquira agora mesmo o seu exemplar  em nossa loja virtual

0 comentários:

Homenagem Dia Internacional da Mulher - Terry Gobanga

06:10:00 Adriana de Paula 0 Comments


Neste dia da Mulher,quero homenagear uma mulher forte, que se levantou das cinzas!
Ela, sofreu um estupro coletivo no dia do seu casamento, foi deixada a beira da morte no acostamento da estrada e sobreviveu.
Na verdade, essa foi a primeira das duas tragédias que ela venceu. 
Na manhã do casamento, Terry Gobanga, uma pastora queniana, saiu para levar a gravata que seu noivo havia esquecido, quando no meio do caminho foi sequestrada por três rapazes que a estupraram, agrediram e a esfaquearam no estômago.
Acharam que ela estava morta e a jogaram numa estrada.
Após horas, ela foi achada por uma criança.
Entrou no hospital quase morta... o casamento nao aconteceu pq a noiva não apareceu.
Quando conseguiram identificar, convidados, familiares e noivo seguiram para o hospital.
No mesmo dia ela soube que nunca mais poderia ter filhos por causa da facada.
Mesmo assim, o noivo queria se casar.
Ela nao tinha condicoes de raciocinar nada.
Sete meses depois, uma sobrevivente de estupro soube da história e os presenteou com toda a festa de casamento!
Um mês de casados, fazia frio e seu marido ligou o aquecedor movido a carvão.
Passaram mal durante a noite e ela enfrenta a segunda tragédia... ele morreu por envenenamento de monox. de carbono.
Ela teve que enfrentar tb a maldade das pessoas q diziam q ela era amaldiçoada... ela chegou a acreditar nisto.
Entrou em colapso.
Morreu para ela mesma.
Se sentiu traída por Deus, por todos... se deprimiu...
Ate que numa manhã ACORDOU e pensou: ou vejo o tempo passar deste quarto escuro ou me levanto e vou viver!
Um pastor a aconselhava sempre. Ligava para ela.
Ate que um dia a pediu em casamento.
Ela prometeu nunca mais se casar.
Mas se apaixonou por ele.
Enfrentou a família dele que foi contra, sofreu a rejeição de tudo e todos e creu no amor mais uma vez.
Depois de três anos do primeiro casamento ela enfrenta o medo e diz sim!
Ela só fazia uma oração: Deus, por favor não o deixe morrer.
Um ano depois de casados, ela se sentiu mal e foi ao hospital... para surpresa de todos, estava GRAVIDA!
Tiveram uma linda menina e depois de quatro anos, outra linda menina! Duas!
Terry trabalha com “sobreviventes de estupro” (como gosta de chama-las, e não vitimas).
Perdoou seus agressores (não foi fácil) mas percebeu que não valia a pena.
Ela diz que a fé dela a estimula a pagar o mal com o bem!
Ela prega pelo Quênia com o marido, Tonny Gobanga, se sente abençoada com as suas duas filhas saudáveis e perfeitas!
A familia do marido a ama!
Escreveu um livro “Rastejando Para Fora Da Escuridão” cujo objetivo é dar esperança para as pessoas. Tem uma ONG e sobretudo é feliz!
Minha homenagem a esta GRANDE mulher através deste singelo post.
Me impactou DEMAIS e me inspirou! 

0 comentários:

Ser Mulher - Rebecca Jones

14:13:00 Adriana de Paula 0 Comments


"Quando aceitamos a autoridade de Deus para nos definir e nos usar, descobrimos o que significa ser uma mulher."
Rebecca Jones

0 comentários:

Mulheres Fortes

08:55:00 Adriana de Paula 0 Comments



“Eu amo mulheres forte! Penso que elas são testemunhos magníficos para Cristo. Porque, se elas são Complementaristas – o que eu espero que elas sejam em nossa igreja – então, elas combinam coisas que o mundo não consegue explicar. Elas combinam uma beleza doce, carinhosa, gentil, amorosa, submissa, feminina com esta enorme bigorna em suas costas e a teologia em seu cérebro!... Eu tento encontrar maneiras de celebrar e articular tal magnificência nas mulheres.” John Piper

0 comentários: