Homenagem Dia Internacional da Mulher - Terry Gobanga

0 Comments

Neste dia da Mulher,quero homenagear uma mulher forte, que se levantou das cinzas!
Ela, sofreu um estupro coletivo no dia do seu casamento, foi deixada a beira da morte no acostamento da estrada e sobreviveu.
Na verdade, essa foi a primeira das duas tragédias que ela venceu. 
Na manhã do casamento, Terry Gobanga, uma pastora queniana, saiu para levar a gravata que seu noivo havia esquecido, quando no meio do caminho foi sequestrada por três rapazes que a estupraram, agrediram e a esfaquearam no estômago.
Acharam que ela estava morta e a jogaram numa estrada.
Após horas, ela foi achada por uma criança.
Entrou no hospital quase morta... o casamento nao aconteceu pq a noiva não apareceu.
Quando conseguiram identificar, convidados, familiares e noivo seguiram para o hospital.
No mesmo dia ela soube que nunca mais poderia ter filhos por causa da facada.
Mesmo assim, o noivo queria se casar.
Ela nao tinha condicoes de raciocinar nada.
Sete meses depois, uma sobrevivente de estupro soube da história e os presenteou com toda a festa de casamento!
Um mês de casados, fazia frio e seu marido ligou o aquecedor movido a carvão.
Passaram mal durante a noite e ela enfrenta a segunda tragédia... ele morreu por envenenamento de monox. de carbono.
Ela teve que enfrentar tb a maldade das pessoas q diziam q ela era amaldiçoada... ela chegou a acreditar nisto.
Entrou em colapso.
Morreu para ela mesma.
Se sentiu traída por Deus, por todos... se deprimiu...
Ate que numa manhã ACORDOU e pensou: ou vejo o tempo passar deste quarto escuro ou me levanto e vou viver!
Um pastor a aconselhava sempre. Ligava para ela.
Ate que um dia a pediu em casamento.
Ela prometeu nunca mais se casar.
Mas se apaixonou por ele.
Enfrentou a família dele que foi contra, sofreu a rejeição de tudo e todos e creu no amor mais uma vez.
Depois de três anos do primeiro casamento ela enfrenta o medo e diz sim!
Ela só fazia uma oração: Deus, por favor não o deixe morrer.
Um ano depois de casados, ela se sentiu mal e foi ao hospital... para surpresa de todos, estava GRAVIDA!
Tiveram uma linda menina e depois de quatro anos, outra linda menina! Duas!
Terry trabalha com “sobreviventes de estupro” (como gosta de chama-las, e não vitimas).
Perdoou seus agressores (não foi fácil) mas percebeu que não valia a pena.
Ela diz que a fé dela a estimula a pagar o mal com o bem!
Ela prega pelo Quênia com o marido, Tonny Gobanga, se sente abençoada com as suas duas filhas saudáveis e perfeitas!
A familia do marido a ama!
Escreveu um livro “Rastejando Para Fora Da Escuridão” cujo objetivo é dar esperança para as pessoas. Tem uma ONG e sobretudo é feliz!
Minha homenagem a esta GRANDE mulher através deste singelo post.
Me impactou DEMAIS e me inspirou! 


Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.