10 Atitudes para um Casamento melhor em 2019

16:16:00 Adriana de Paula 1 Comments

A maioria da pessoas fazem resoluções no início do ano. Refletimos o ano que passou e nos preparamos para o ano que se inicia. Com o coração cheio de fé e esperança traçamos planos e projetos. Alguns começam o ano criando metas para colocar em prática aquela dieta ou  atividade física que há tempo está no papel, outros fazem metas profissionais e financeiras, outros traçam metas sobre a vida ministerial. Em todos os casos, nos comprometemos a mudar, comprometemos em ter atitudes que nos levem a mudanças. Enfim resolvemos ser e fazer diferente.
Este ano, quero incentivá-la a fazer metas para um dos aspectos mais importantes da sua vida: o seu casamento. Este conceito pode não ser intuitivo, então espero fornecer algumas ideias e encorajamento para ajudar você e seu esposo a tornar o próximo ano o melhor ano do seu casamento até agora!
1: Leia mais a Bíblia...

Este é o primeiro por um motivo. Nada vai te transformar o seu casamento como mergulhar na Palavra de Deus! Quanto mais você lê, maior o seu apetite por Deus e mais você está cheio de verdade. E quanto mais você estiver cheio de Deus mais estará apto para abençoar a vida do seu cônjuge.
Se você confiar apenas em seu pastor e em outros para lhe dizer o que a Bíblia diz, você está perdendo de uma maneira massiva. Arranje tempo, cave, leia a Bíblia por si mesmo e observe como Deus renova sua mente, seus conceitos através da Sua Palavra! Muitos casais não vivem uma vida plena e satisfatória porque não conhece o que Deus diz sobre o casamento. Não conhece os princípios da Palavra de Deus para a construção de um casamento abençoado! Conhecer a Palavra de Deus terá um efeito sem precedentes no seu casamento!
2: Orar Mais...

Ore sozinho, ore com seu cônjuge, seja intencional. Reserve um tempo para orar de maneira concentrada e mantenha-se em uma atitude de oração ao longo do dia. Nada substitui a oração ... nada. Não há casamento tão bom que não possa ser melhorado e tão ruim que não possa ser restaurado, quando um casal se coloca em oração!

Não sabe como começar a orar pelo seu casamento e marido? Precisa de  inspirações para orar por cada área da vida do seu marido? No Desafio 30 Dias de Oração pelo Marido eu te apresento 30 motivos para orar pelo seu amado! Um motivo por dia, durante 30 Dias! 
Você pode ter acesso ao áudios aqui no BLOG,  na Página do Facebook, no Canal do YOUTUBE.

Para adquirir o livro, acesse nossa loja virtual. 

3: Incentive Mais...

Faça disso um objetivo este ano. Encoraje e incentive  intencionalmente um ao outro. Defina algumas ações  para encorajar, inspirar e incentivar o seu cônjuge . Algumas ideias:
  • Envie uma mensagem de texto encorajadora diariamente.
  • Envie uma carta pelo correio ... para a sua própria casa, endereçada ao seu cônjuge com uma mensagem de apoio e incentivo.
  • Elogie o seu cônjuge pelas suas conquistas. Asim como você fica feliz por um elogio, certamente seu esposo também. 
  • Um simples "parabéns", "que maravilha", "nossa! Como você foi muito bem" pode mudar o clima no relacionamento.

4: Crie Mais Tempo de Qualidade...


Nada substitui o tempo de qualidade com seu marido ou esposa. Não há atalhos nem substitutos. Todos nós sabemos disso, mas a ocupação da vida pode dificultar isso. Faça disso uma prioridade, reservando tempo para estarem juntos agora, quando o ano ainda está no início, e programe-se para criar momentos especias no decorrer do ano. Aqui vai algumas ideias:
  • Marque um fim de semana por mês para fazerem algo novo em conjunto (não precisa ser caro; seja criativo) Nunca foram em um museu? Ou visitaram algum parque novo da cidade? Então, chegou a hora! Planeje algo novo!
  • Planeje uma noite por semana para saírem juntos,  seja em uma caminhada ou para tomar um café, sorvete, pizza, ou qualquer outra coisa. Desfrute da presença um do outro.

4: Invista em amizades cristãs...


Quem são seus amigos? Você está servindo em sua igreja? Você frequenta regularmente uma igreja?
Seu casamento é seu ministério, mas você também precisa de amigos que estejam ao seu lado e ajudem você a crescer. Seja intencional em relação às suas amizades, nutrindo uma boa mistura de amizades de “entrada” (aquelas que ajudam você a crescer e encorajar você) e amizades de “saída” (aquelas a quem você está ministrando e investindo em seu benefício).

6: Menos televisão


Passar horas na frente da tv pode ser um desperdício de tempo. Já pensou como sua vida seria diferente se você removesse a televisão da sua rotina diária? Pelo menos considere limitar seu tempo de TV neste ano que se inicia e substitua-o por atividades mais intencionais que construam sua vida e seu casamento.
7: Menos mídia social

A mídia social não é intrinsecamente ruim, mas pode ser uma perda de tempo. Nós também podemos cair na armadilha de nos compararmos com os outros de maneira insalubre, especialmente porque você só vê um vislumbre dos melhores momentos da vida de seus amigos. Considere limitar seu tempo no Facebook, no Instagram e afins, tendo em mente o seu uso.

8: Menos trabalho



10 Atitudes para um Casamento melhor em 2019

#08 Menos Trabalho
Quando você estiver idosa e grisalha, você vai olhar para trás e ter desejado ter trabalhado menos e investido mais em seu relacionamento. Você apreciará os momentos que compartilhou com quem ama. O trabalho é bom, mas não pode sabotar seu casamento!

Se você tem que trabalhar horas extras para pagar seu estilo de vida, será que não é hora de reavaliar seus compromissos financeiros? Este ano, resolva encontrar um equilíbrio saudável com seu trabalho e faça o que for necessário para tornar isso possível. Afinal, nem um sucesso compensa o fracasso da sua família! Valorize-a!

 Menos reclamação

A queixa começa quando nos esquecemos de tudo o que Deus fez por nós. Uma atitude de reclamação decorre de uma atitude de ingratidão e descontentamento. 

10: Menos discussão


Casais discutem; faz parte do casamento. Casais saudáveis ​​ainda discutem, eles simplesmente fazem isso de uma forma que constrói o casamento deles em vez de derrubá-lo. Use uma linguagem que seja construtiva e tente não deixar as emoções (raiva, frustração) ditarem como você fala com seu cônjuge; quando suas emoções se desvanecerem, seu cônjuge ainda estará lá.

Um comentário:

Todos Direitos Autorais reservados a Adriana de Paula. Tecnologia do Blogger.