Desafio Diário de Ações Práticas 7

06:30:00 Adriana de Paula 0 Comments







*Desafio*7⃣

Antes de propor a ação de hoje, quero compartilhar o meu testemunho, de como Deus mudou o coração do meu marido.

[É um textão, mas vale apena ler 😁😍]

Quando eu era mocinha, ao brincar com as minhas amigas de casinha, idealizava o casamento perfeito. Sonhava com uma linda casa, com a quantidade de filhos, e até em ter um cachorrinho. Em meus sonhos montava em minha mente o perfil do marido ideal. A maneira como ele me trataria, a rotina que teríamos e até mesmo a quantidade de “eu te amo” que receberia. Mas com o passar dos anos as brincadeiras foram mudando e já não mais idealizava como seria o futuro, no entanto, o desejo de ter uma família perfeita continuava lá no fundo do meu coração.....

Anos se passaram e constitui a minha família, mas aí veio a maior tristeza, pois nada do que planejei aconteceu e isso trouxe-me grande frustração. 

Minha vida era o oposto do que idealizei, meu esposo só me tratava mal e me sentia muito envergonhada quando ele se comportava de forma rude comigo na rua, dizendo que não me amava e só estava comigo por conveniência. 

A casa que imaginei que seria só alegrias na realidade se tornara uma casa de brigas e choros diários. Eu o culpava por toda infelicidade que sentia.

Assim que conheci a Adriana de Paula e comecei a frequentar os encontros da MEL- Mulheres que Edificam Lares, comecei a entender a necessidade de trabalhar em mim e não esperar do meu marido a mudança que desejava, Lembro que em certo encontro ela ministrou sobre os tijolos, que para levantar a casa eles são postos um a um, refletindo a necessidade da paciência e da persistência. Aprendi com ela também que quanto mais eu esperasse do meu marido, a probabilidade de me frustrar seria maior e a culpa seria só minha por ter gerado expectativas ao qual ele não seria capaz de superar! Lembro-me que na época me questionei o porquê de trabalhar em mim, se era ele quem precisava mudar?
Relutei muito com esse pensamento, e tentava com as minhas forças molda-lo à minha maneira. Isso só gerou mais tristeza em meu relacionamento. Recordo-me que em um dos últimos encontros da MEL realizado em minha cidade, foi quando realmente entendi que somente Deus poderia transformar o coração do meu esposo e a única coisa que eu poderia fazer é somente proporcionar o terreno e as ferramentas adequadas para o Senhor trabalhar.

_"O amor é sofredor, é benigno; o amor não é invejoso; o amor não trata com leviandade, não se ensoberbece, não se porta com indecência, não busca os seus interesses, não se irrita, não suspeita mal; não folga com a injustiça, mas folga com a verdade; tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.”_
(1 Cor 13.4-7)

É muito fácil amar quando somos amada e mais fácil ainda é demonstrar esse amor quando recebemos o que desejamos ou nos sentimos alegre, no entanto, não é sempre assim que acontece. Há casos em que o que recebemos no lugar de amor é intolerância e maus tratos, mas o Senhor Deus nos ensina como proceder nessas situações. Em 1Co 13:4-7 Deus está falando para amarmos assim como Ele nos amou! Jesus nos amou enquanto levantávamos calúnias contra Ele, devemos amar mesmo quando nosso esposo diz inverdades sobre nós; Jesus nos amou mesmo quando o apontamos em meio a todos, portanto, devemos amar nosso esposo mesmo quando nos faz sentir envergonhada; Jesus nos amou, mesmo quando o condenamos ao calvário, devemos amar nosso esposo mesmo quando para ele nosso casamento esteja fadado ao fracasso; Jesus nos amou mesmo enquanto o açoitamos e continuou nos amando, mesmo quando foi levantado naquela cruz para morrer... Nunca fomos merecedores do amor de Cristo e mesmo assim Ele nos amou. Devemos continuar amando nossos maridos mesmo quando a dor esteja dilacerando o nosso coração e a vontade de pôr fim no sofrimento seja o único caminho que conseguimos enxergar. Doloroso, né!? Jesus focou no resultado do seu sacrifício e não na dor que esse amor o causava, Ele sabia que mais a frente esse sofrimento seria extinto e viveríamos uma eternidade de puro amor, onde só teríamos olhos para Ele e reconheceríamos que Ele fez tudo por uma vida de amor junto a nós. É nesse exemplo que devemos nos manter, mesmo que seja difícil, doloroso e até mesmo pareça impossível, o resultado de todo seu esforço será recompensador quando a situação em seu casamento mudar.

 *Ações*

*Surpreenda seu marido com gestos de amor*

No desafio de hoje proponho que pense em algo diferente para agradar seu esposo, você o conhece suficientemente bem para decidir o que fazer, seja a comidinha que ele gosta, colocar um bilhetinho na carteira dele, uma massagem, colocar as crianças para dormirem um pouco mais cedo para proporcionar um tempo de mais calmaria para vocês...

Lembro-me que na primeira vez que fiz esse desafio, o Senhor Deus nos orientou através da Adriana de Paula a escrever bilhetinhos para o meu marido, e todos os dias antes dele sair para o trabalho tinha um postit escondido em um lugar fácil dele encontrar: Um dia estava nas chaves, no outro no bolso da camisa, no dia seguinte coloquei no tanque da moto e até mesmo nos sapatos teve recadinho. No início, ele ficou meio desconfiado, com o passar dos dias, percebi que ele ficava procurando o bilhetinho até que ele resolveu fazer também, não era todos os dias, mas quando não tinha bilhete ele aparecia com um bombom, ou algo que fosse para me agradar. Durante esse período, teve dia que a magoa era tão grande que chegava a rasgar o bilhetinho que eu havia feito, ou colocava coisas duras para vê-lo sentir o mesmo que estava sentindo, mas eram nestes dias que o Senhor me dava graça e eu refazia os bilhetes colocando versículos bíblicos, desejando a proteção de Deus na vida dele. 

Tenho aprendido que devemos tratar o nosso cônjuge com amor e carinho, e essa demonstração deve ser independente do merecimento dele. Nos dias mais difíceis onde a paciência é colocada em prova, procure agir como foi orientado na ação anterior. Pode ser que seu esposo demore um pouco para perceber ou até mesmo demore para ser quebrantado, mas é certo que agindo com sabedoria e esperando com paciência o Senhor Deus terá um terreno melhor e mais fácil para trabalhar.

Se você já possuí essa estratégia em sua rotina, já deve estar desfrutando de mudanças em seu relacionamento, continue orando para que Deus venha achar em seu marido, homem segundo o Seu coração, pois a tendência é ficar cada vez melhor.

Sou prova viva disso! Deus tem mudado o coração do meu marido. Ele vai mudar o do seu também! 

Laura Curvo
#30DiasdeOraçãopeloMarido

0 comentários:

Todos Direitos Autorais reservados a Adriana de Paula. Tecnologia do Blogger.